Skip to main content

Informações de viagem: Atualização sobre o COVID-19

Culinária alagoanaCultura alagoanaNovidadesPasseios em Alagoas

Doces alagoanos: 3 iguarias de dar água na boca

By 22 de abril de 2021abril 26th, 2021No Comments
Doces alagoanos

Alagoas é um estado marcante em diversos aspectos. Cada cantinho do estado reserva uma razão para se apaixonar ainda mais por essa terra. Dentro dessas razões, os doces alagoanos certamente conquistam um espaço especial, não só no coração de quem visita o local, como também de quem recebe os quitutes como mimo na volta para casa. 

Quer conhecer um pouco mais sobre eles? Neste post iremos te apresentar 5 iguarias entre os variados tipos de doces alagoanos que são de encher os olhos e dar água na boca. 

Com tanta história, sabores e aromas incomparáveis, difícil vai ser conseguir resistir e querer experimentar de um só! Acompanhe abaixo! 

Cocadas da Massagueira

Variadas e muito famosas, as cocadas da Massagueira são o ponto de atração para a parada obrigatória no Cocada Cultura, o “drive da cocada”, localizado no início do longo caminho rumo ao litoral sul do estado.  E não foi à toa que a iguaria recebeu tamanho reconhecimento! 

O espaço, que já era ocupado há anos por um grupo de “cocadeiras”, como são chamadas as produtoras do doce, vinha ganhando cada vez mais fama devido ao sucesso do sabor dos quitutes e a variedade das barracas. 

Produzidas por um dos frutos de maior destaque do estado, devido ao seu imenso litoral com uma vasta área de coqueirais, elas não só realçam seu principal componente como também são vendidas com misturas inusitadas, como é o caso da cocada de jaca e de uva. 

Bolinhos de goma de Maragogi

Do outro lado do estado, seguindo pelo litoral norte até a cobiçada Rota dos Milagres, outro doce se destaca e também é sinal de renda e desenvolvimento para os moradores locais. 

São os bolinhos de goma de Maragogi, ou “broinhas” para os moradores locais. Uma verdadeira delícia feita com amido de milho, leite de coco, margarina, gema de ovo e açúcar que derrete na boca. 

E como se já não bastasse conquistar a todos pelo sabor, eles são feitos em formato de conchinhas e se tornam um verdadeiro mimo para quem quer levar de lembrança na volta para casa. 

Tareco de coco

Crocante e saboroso, não tem quem resista a um tareco no ponto certo com um bom cafezinho. Ele é como um biscoitinho e se tornou uma especialidade nas iguarias do Porto Kaeté e em nossa terra. Mesmo sendo criado em Pernambuco, ganhou o toque e o gosto da nossa capital. 

Sua receita básica leva ovos, farinha de trigo e açúcar, no entanto, há também quem goste de adicionar margarina, coco fresco e sal. Seu grande diferencial está no ponto, que precisa ser crocante, a principal característica do doce que é feito em forma de pequenos discos.

Tanto no seu formato quanto no sabor, o biscoito dispensa exageros e possui leveza em ambos. O que só tornou mais viciante e diferente.  Você sem dúvidas não pode deixar de conhecer em sua estadia no Porto Kaeté!

Pé de moleque do interior

Por fim, também nas cidades do interior de Alagoas, o que não falta é espaço para conhecer e degustar diferentes tipos de doces alagoanos. E não tem quem não encontre uma barraquinha no meio da estrada que não venda o tradicional pé de moleque alagoano.

Embora a receita local seja diferente, você também pode encontrar ela por aqui com o mesmo nome ou como “cocada” de amendoim. 

O pé de moleque do interior de Alagoas é um bolo feito com massa puba (massa de macaxeira fermentada), leite, ovos, açúcar, coco fresco ralado e manteiga ou margarina. 

Seu sabor tem um doce equilibrado perfeito para ser acompanhado por um bom cafezinho. Ademais, ele é assado enrolado na folha verde da bananeira e esse é um dos segredos do sabor incomparável. Você certamente não pode deixar de experimentar!

 

Não dá para ficar só na vontade de provar, não é mesmo? Então pega o caderninho e já deixa anotado o nome dessas 3 delícias e onde encontrá-las em nosso estado. Assim, você ainda tem a oportunidade de conhecer nossa terra de um canto ao outro. Além, é claro, de garantir os doces alagoanos.

 

Ademais, quer saber mais curiosidades e dicas sobre ela? Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades do nosso blog sobre o paraíso das águas!